Na última sexta-feira (18) entrou em vigor a Lei nº 5.309 que determina o acesso de apenas 10 clientes por vez na parte interna das agências bancárias do Amazonas.

O projeto é de autoria da Deputada Mayara Pinheiro (PP) que justificou a medida como forma de combater a proliferação do novo Coronavírus, seguindo as recomendações dos órgãos de saúde.

Apesar da justificativa apresentada, o projeto pode ter uma consequência inversa e acabar colaborando com a aglomeração de pessoas que agora vão ter que ficar do lado de fora das agências, aguardando sua vez de entrar no local.

Isso já acontece em praticamente todas as agências da Caixa Econômica em Manaus, onde milhares de pessoas buscam atendimento relacionado ao Auxílio Emergencial.

Para comprovar isso, basta procurar uma agência em um dia útil e ver a enorme fila de pessoas do lado de fora dos bancos, expostos ao sol e a chuva, e sem o mínimo de distanciamento.

Isso ocorre porque a maioria dos bancos de Manaus não tem capacidade para atender a demanda de clientes e não possui espaço suficiente do lado de fora para que as pessoas possam manter o distanciamento necessário.

Por isso, o projeto apresentado pela deputada Mayara se mostra completamente ineficiente no combate ao Covid-19 e revela que sua autoria desconhece a realidade que a população enfrenta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui