POLÍTICA –  Na manhã desta terça-feira (23), o desembargador Ari Jorge Moutinho derrubou a liminar que suspendeu as atividades da CPI da Saúde desde a semana passada, após suposta irregularidade na escolha dos membros que compõem a comissão.

O Presidente da CPI, deputado Delegado Péricles (PSL-AM) entrou com mandado de segurança que foi acatado pelo desembargador que caracterizou o ato como um assunto ‘Interna Corporis’ de prerrogativas da Assembleia Legislativa.

A Comissão havia sido suspensa após decisão do desembargador Enesto Chíxaro, que atendeu o pedido do Deputado Felipe Souza (Patriotas-AM) que alegou ter tido a mesma quantidade de indicações que o deputado Péricles, mas ficou de fora da lista de membros titulares da CPI.

Decisão Judicial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui