Amazonas – Após a interdição da praia da Ponte Negra em Manaus, dezenas de banhistas decidiram se refrescar em um balneário improvisado em baixo de um dos maiores cartões postais do Brasil, a ponte Rio Negro.

O local não possui sinalização e não tem a presença de salva-vidas nem do corpo de bombeiros do estado, sendo considerado inadequado para lazer. Além disso, as pessoas acabam poluindo o local que não possui lixeiras e nem banheiros.

A prefeitura de Manaus ainda não se pronunciou sobre o caso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui